O terrorista Cesare Battisti deu entrevista ao Estadão.

Numa tentativa patética de evitar a extradição, ele disse que a sua detenção pela PF foi “armada com a Embaixada italiana”.

Disse também que “Não sei se o Brasil vai querer se manchar sabendo que o governo e a mídia criaram este monstro na Itália. Vão me entregar à morte”.

O terrorista entregou à morte quatro inocentes na Itália e deixou um paraplégico — um menino então com 15 anos, que viu o seu pai ser executado por Battisti. (O Antagonista)

Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta