Brazil’s billionaire businessman Joesley Batista is pictured at the Brasilia international airport, after testimony in Brasilia, Brazil, September 7, 2017. REUTERS/Adriano Machado

O delator Joesley Batista chorou no momento em que os agentes abriram a cela da carceragem da superintendência da Polícia Federal em São Paulo para que ele entrasse após se entregar na tarde deste domingo. Joesley e o executivo da JBS Ricardo Saud devem ser transferidos para Brasília na segunda-feira, 10, em aeronave da Polícia Federal. A prisão é temporária, com prazo de cinco dias prorrogáveis por mais cinco. As informações são de Andreza Matais na Coluna Estadão.

Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Sorry, comments are closed for this post.